Formatura: passo a passo e roteiro ideal para a comissão de formatura

Assim que é formada, a comissão de formatura inicia seus trabalhos para garantir que os eventos da graduação sejam um sucesso.

Porém, um ponto muito importante acaba sendo deixado de lado: o roteiro da formatura.

Trata-se de um planejamento das ações das cerimônias da formatura. Dessa forma, a comissão de formatura ou o cerimonial contratado desenvolve um guia com todos os passos a serem executados para orientar os formandos e manter a organização.

Um evento desorganizado prejudica os alunos e seus convidados, além se ser muito ruim para a imagem da instituição de ensino.

Confira agora o passo a passo para acertar no roteiro de formatura e assegurar que tudo saia conforme sonhado por toda a turma de formandos.

Por onde começar?

Quem faz parte da comissão de formatura sabe a importância do desenvolvimento do roteiro, mas costuma ficar apreensivo na hora de dar o pontapé inicial.

A verdade é que, apesar de dar trabalho, fazer o roteiro de formatura é mais simples que parece. E a primeira atitude a ser tomada pela turma é escolher quem será responsável pela criação deste roteiro: a comissão de formatura ou o cerimonial.

Considere a contratação de um cerimonial

Levando em conta as várias responsabilidades que cabem à comissão de formatura, contratar uma empresa especializada pode se mostrar uma boa opção.

Apesar de representar um custo a mais nas contas da turma, os formandos terão total assistência de profissionais e a comissão de formatura poderá dedicar mais tempo a outras demandas, como contratação de fotógrafos, orçamento de convites, decoração, etc.

Isso não significa que a comissão não seja capaz de executar o trabalho, pelo contrário. Mas um roteiro bem elaborado demanda tempo. Se este é um recurso escasso entre os membros da comissão de formatura, a melhor opção é contar com especialistas que têm conhecimento dos melhores produtos, serviços e procedimentos disponíveis e que entregarão prontinho um roteiro incrível.

Fique atento à ordem da solenidade

Então, a turma optou por ter o roteiro determinado pela comissão de formatura.

Para começar, é necessário ter acesso e compreender a ordem da solenidade de formatura. Não há um roteiro único que funcione sempre. O evento precisa transmitir a personalidade da turma e prender a atenção dos convidados.

Apesar disso, é preciso discorrer, comissão de formatura e demais formandos, sobre algumas etapas que tornarão a solenidade mais completa:

  • Composição da mesa
  • Entrada dos formandos
  • Mensagem religiosa (opcional)
  • Abertura oficial
  • Hino Nacional
  • Discurso do orador da turma
  • Discurso do patrono
  • Discurso do paraninfo
  • Juramento
  • Entrega do diploma
  • Homenagens
  • Discurso da autoridade máxima da mesa

Não se esqueça de procurar as regras da instituição quanto aos eventos da formatura. Talvez a personalização da colação de grau seja bem limitada.

Definam um bom orador

Porta-voz dos formandos, o orador é responsável pelo primeiro discurso da solenidade da formatura. É fundamental que seja alguém com bom relacionamento e carisma e que se expresse com clareza.

É interessante que o orador saiba escutar a turma e elabore seu discurso conforme a trajetória da mesma. 

Seja generoso com os homenageados

A colação de grau é o momento para agradecer às pessoas mais importantes, aquelas que ofereceram apoio em todos os momentos. Caprichem bastante!

Todos podem ser incluídos na lista de homenageados. Familiares, professores e funcionários da instituição de ensino geralmente recebem este reconhecimento, mas cabe à comissão de formatura entrar em acordo com a turma sobre quem deve receber homenagens.

Seja sucinto e sem exageros

A cerimônia de formatura é um momento especial, sobretudo, para os formandos. Apesar disso, é preciso ter cuidado na elaboração do roteiro para que os convidados não fiquem confusos ou exaustos.

A ocasião não é propícia a discursos extensos ou piadas internas. Quem acompanha o evento não deve se sentir perdido ou entediado, pois os convidados fazem parte desta conquista.

Façam as homenagens estabelecidas, mencionem situações especiais para a comissão de formatura e para a turma em geral e desfrutem deste momento único, mas lembrem-se de que se trata de evento formal. Portanto, sem exageros.

Ser integrante da comissão de formatura pode parecer cansativo e estressante, mas use a proximidade da graduação como combustível e tudo ficará mais leve. Reserve energia para aproveitar ao máximo o resultado de toda a dedicação!

Estas são as nossas sugestões para criação do roteiro ideal!

Gostou deste conteúdo? Acompanhe e confira mais posts como esse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *