Comissão de formatura: participar ou não, eis a questão

Se a conclusão do curso universitário é um grande momento para você, com certeza já se perguntou se vale a pena fazer parte da comissão de formatura. A dúvida surge porque fazer parte desse grupo traz muitos benefícios, mas bastante trabalho extra também.

 

Além dos estágios, provas e trabalhos da faculdade, você ainda terá tarefas da comissão de formatura, que não são poucas. 

 

Mas, para muita gente, todo esse trampo a mais vale a pena. Neste artigo, vamos mostrar, sem rodeios, a parte boa e a ruim de ser da comissão de formatura para ajudá-lo a tomar essa importante decisão.

 

Vamos lá!

Vantagens

São os benefícios de ser membro da comissão de formatura que nos levam a perguntar se vale a pena todo trabalho. E, realmente, se você é da comissão, vai ter a recompensa, em algumas etapas, antes mesmo de toda turma.

Convites extras para o baile

Nada mais justo que o membro da comissão de formatura poder levar mais amigos e familiares ao baile. É de praxe os integrantes terem até o dobro de convites. Assim, você terá menos dor de cabeça para cortar nomes importantes para compartilhar esse grande evento contigo.

 

Claro, existe a possibilidade de comprar os famosos convites individuais. Porém, quem é da comissão ainda economiza.

 

Com certeza, essa é uma das maiores razões para integrar a comissão. Se você tem muita proximidade com familiares e amigos, convites extras são bem-vindos.

Experiência intensa

Organizar uma formatura é intenso. São muitos eventos, avaliações de fornecedores, diálogo com a turma e os demais componentes da comissão. Isso torna a experiência muito mais gratificante. O momento que já era tão especial, será ainda mais, pois você o vivenciou da forma mais profunda possível.

 

Quando você ver seus colegas, amigos e familiares satisfeitos no baile, por exemplo, sabe que ali teve muito esforço seu. Assim, a formatura será ainda mais especial para você. 

Decisor de questões importantes

Se você tem o perfil de estar à frente de decisões, não gosta de deixar escolhas nas mãos de outras pessoas, seu lugar é na comissão de formatura. Sim, você vai precisar dialogar com os colegas de sala e demais integrantes. No entanto, há muitas questões que a comissão decide sozinha. Em outras, eles escolhem opções para apresentar à turma. Ou seja, tudo passará pelo seu crivo, mesmo que a decisão final não seja sua.

Degustações

Esta é uma vantagem deliciosa. É a comissão de turma que vai às degustações de drinks, doces e outros pratos servidos no baile. O menu está em suas mãos, junto com os dos outros integrantes, claro. 

 

Mas nada tira esse delicioso momento de você. Avaliar bandas, trabalho de decoradores, fornecedores de convites também são etapas muito apreciadas pelos componentes da comissão de formatura.

Responsabilidades da comissão: com grandes poderes… 

Sim, caro estudante candidato a membro da comissão de formatura, como diria tio Phil: “Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades” e você precisar estar ciente delas para decidir se fará parte da comissão.

 

Caso você chegue ao fim deste tópico e veja as responsabilidades como pontos negativos em vez de responsabilidade pelos benefícios que você terá, talvez você não deva ser da comissão. Vamos lá então.

 

Porta-vozes da turma

O membro da comissão de formatura é, em primeiro lugar, o representante de todos os estudantes da sala. Ou seja, para o bem e para o mal, ele precisa escutar a turma. É muito legal ser uma das pessoas nas quais a turma confia. Porém, tenha certeza de que todas as reclamações também serão dirigidas a você e outros membros da comissão.

Esteja preparado para dialogar e ouvir a todos com atenção. Também é necessário ter boas estratégias de comunicação, pois, em certas circunstâncias, será necessário falar sobre regras e limitações para a formatura.

 

Burocracias

A comissão de formatura é uma pequena empresa, com CNPJ, conta no banco, contratos com fornecedores e muito mais. As próprias universidades pedem a formalização legal delas. Também é necessário para contratação dos fornecedores. Então, não tem como fugir das burocracias. Entre degustações e festas anteriores à formatura, você terá que enfrentar a parte burocrática.

Quase ninguém gosta de burocracias, mas há quem tenha um perfil que favorece lidar com elas.

 

Tempo de dedicação

O ideal é que a comissão de formatura seja formada cerca de três anos antes da conclusão do curso. Durante todo esse tempo, você terá diversas reuniões e outras atividades relacionadas ao seu posto. Assim, é necessário ser bem organizado com seu tempo para conciliar todas as tarefas universitárias e vida pessoal com as tarefas da comissão.

Perfil do integrante de comissão de formatura

Presidente, vice-presidente, tesoureiro, vice-tesoureiro, secretário, conselheiro. Independente da sua função na comissão de formatura, há algumas características essenciais para fazer parte deste importante grupo. Se você chegou à conclusão de que as vantagens valem as responsabilidades de assumir um cargo na comissão, chegou a hora de avaliar se você tem o perfil.

Proativo

Iniciativa precisa ser seu sobrenome se você quer fazer parte da comissão de formatura. Afinal, você vai lidar com o sonho de várias pessoas junto ao seu. Para conquistá-lo há uma caminhada grande. Assim, precisa ser proativo para que a formatura seja uma experiência maravilhosa para você e todos os outros envolvidos.

Comprometimento

Durante boa parte do curso você estará envolvido com as questões da formatura, se decidir fazer parte da comissão. Por isso, precisa se comprometer em tornar o processo de organização mais tranquilo e transparente para a turma. 

Você lidará com o dinheiro de todos da sala, assim, precisa estar muito comprometido em realizar algo legal. A partir do momento que você entra para a comissão, não é um trabalho voluntário, mas uma das tarefas mais importantes até a finalização de todo trabalho.

 

Boa comunicação

Diálogo é fundamental tanto com a turma quanto com os integrantes da comissão e fornecedores. Então, você vai precisar usar bastante a comunicação. Além de ajudar na resolução de conflitos e decisões, ela também auxilia a dar transparência sobre o fluxo de caixa, escolha de fornecedores e muito mais. Mais que a comunicação verbal, é importante ter canais com a turma: e-mail, instagram, telegram e grupos de WhatsApp podem ajudar muito.

 

E aí, você é um futuro integrante de comissão de formatura?

 

Boa sorte!

 

Quando chegar a etapa dos convites, converse com a Book, uma empresa à altura da sua conquista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *