Cargos da comissão de formatura: entenda as funções e em qual você se encaixa melhor

Você já definiu: fará parte da comissão de formatura. Mas você sabe que esse seleto grupo é formado por membros com funções diferentes? Além do perfil geral de um integrante da comissão, é fundamental que você conheça cada uma delas e entenda qual está mais alinhada às suas habilidades.

 

E não se esqueça que boa comunicação, proatividade e comprometimento são necessários em todos os postos. 

 

Lembre-se que a comissão de formatura é eleita em uma votação da turma. Há aquelas que trabalham com chapas. Assim, grupos se organizam para concorrer a essa entidade tão importante para organização da formatura.

 

Também há salas que formam o grupo por meio da eleição individual por cargos. Nesse caso, não se vota em chapas, mas em um presidente, um conselheiro e outros. Então, candidatar-se à função que mais combina com você aumenta suas chances de participar da comissão.

 

Vamos conhecer cada um dos cargos da comissão.

Presidente

Como você pode imaginar, o presidente é o cargo mais alto na hierarquia de uma comissão de formatura. Ele precisa ter muita credibilidade diante da turma, pois é ele quem assina os contratos e preside as reuniões. Precisa ser um estudante conhecido pela honestidade e transparência. A diplomacia é outra qualidade chave para esse cargo, pois, durante os debates espera-se que o presidente consiga ouvir todos os lados e se posicionar, quando necessário. Características de liderança também são fundamentais.

 

Assim, se você reúne essas qualidades: diplomacia, espírito de liderança, credibilidade e honestidade, é um forte candidato a presidente da comissão de formatura.

Vice-presidente

O cargo de vice-presidente requer os pré-requisitos do presidente. Isso porque ele substitui o membro da comissão de formatura com maior poder na ausência dele. Os dois precisam ser pessoas com valores alinhados. Afinal, o substituto temporário precisa dar continuidade ao trabalho que foi desenvolvido. Caso contrário, pode haver conflitos quando o presidente reassumir.

 

Também é muito importante que o vice-presidente apoie o colega nas questões mais complicadas. Adicione a boa capacidade de trabalhar em dupla às características de um bom vice-presidente.

 

Algo importante para o vice-presidente é estar sempre presente nas atividades da comissão. Ao contrário do que muitos pensam, o vice é um cargo atuante, ele não precisa entrar em cena apenas quando o presidente se ausenta.

Tesoureiro

A saúde financeira da comissão de formatura fica a cargo do tesoureiro. Ele precisa realizar todos os pagamentos e cobranças necessárias. É ele quem estará em lugar de destaque para explicar como os recursos da turma foram usados. Assim, é necessário documentar todo fluxo de caixa da comissão de formatura.

 

O tesoureiro precisa ser uma pessoa bastante organizada. Afinal, com tantos compromissos que surgem para a realização da formatura, esse membro da comissão não pode perder as datas dos boletos. Habilidades de negociação também são muito bem-vindas para discutir valores com fornecedores.

 

Uma parte delicada nas funções do tesoureiro é cobrar mensalidade dos inadimplentes. São pessoas com as quais convivemos todos os dias nas aulas. No entanto, para que a formatura seja realizada com sucesso, é preciso.

 

Assim, para se candidatar a tesoureiro, recomendamos que você seja:

  • Organizado
  • Honesto
  • Bom gestor financeiro
  • Metódico

Vice-tesoureiro

Cargos importantes, como o de tesoureiro, precisam de um vice. Assim, caso o aluno no cargo precise se afastar por qualquer motivo, temporariamente ou não, há quem o substitua. As características necessárias para ocupar a função são as mesmas do tesoureiro.

 

Além disso, o vice-tesoureiro deve acompanhar as atividades da comissão de perto, principalmente as de tesouraria. Dessa maneira, se for necessário ele assumir a função, estará bem situado.

 

O trabalho neste setor é bem volumoso. Por isso, ser um parceiro do tesoureiro é muito bom para toda comissão e turma de formandos. Se o tesoureiro e vice tiverem sintonia, é ainda melhor. Afinal, eles serão aliados.

Secretário

Quem está nesta função é o responsável por manter a agenda da comissão atualizada e por registrar o que acontece nas reuniões, em um livro de ata. Dessa forma, o secretário precisa ser uma pessoa organizada e detalhista, além de gostar de comunicação escrita. Ainda é necessário que seja uma pessoa atenta para toda grande agenda da comissão e da turma.

 

É indicado que o secretário também crie mecanismos para dar transparência às atividades do grupo. Compartilhar as informações vai deixar a turma e os outros integrantes mais tranquilos. Também é fundamental saber separar conteúdo sigiloso do que deve ser acessível para todos.

Vice-secretário

A exemplo dos outros vices, o vice-secretário substitui o secretário nas ausências. Ou seja, é ele quem fará as atas e ficará atento à agenda da comissão na ausência do titular no cargo. Mas ele pode auxiliar o colega nas tarefas. Afinal, são muitas tarefas e se houver necessidade de substituição, ele executará o trabalho com mais propriedade.

Conselheiro

Esse é um cargo opcional. E como o nome diz, ele tem a função de orientar a comissão e turma na tomada de decisões, especialmente nas mais complexas. Então, o conselheiro deve ser alguém com boa visão estratégica, ter boa escuta e ser aberto ao diálogo. Isso porque aconselhar envolve ouvir todos os lados e saber dialogar para uma condução das situações de forma empática.

 

E aí, em qual cargo você se enxerga? Ser da comissão de formatura é uma grande responsabilidade, mas igualmente gratificante. Além disso, há muitas vantagens de ocupar um lugar nesse grupo que conduzirá toda a turma a eventos dos quais eles se lembrarão para sempre.

 

Boa sorte, conte com a Book para mais dicas neste blog e para desenvolver o convite de formatura da sua turma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *